02/04/2014

coadoção


sou contra a adoção de crianças por parte de casais homossexuais!

mais, acho que isso nem se devia por em questão...
a meu ver, uma criança nunca irá ser feliz tendo duas mães ou dois pais!


(p.s.: em relação ao post anterior, é MENTIRA! foi apenas uma brincadeira do dia 1 de abril)

34 comentários:

Stormy disse...

nunca pensei muito no assunto para ser sincera!
em relação ao p.s. acho que os leitores vão ficar contentes por ser uma mentira ;)

S. disse...

eu não sou contra mas tenho perfeita noção de que as crianças podem sofrer muito com isso com comentários vindos de outras crianças ...
(fiquei confusa qd vi o post de ontem mas agora já percebi tudo xD)

Neuza disse...

olha eu nao acho! acho que dois pais ou duas maes podem dar tanto ou mais amor que um pai e uma mae, é confuso sim mas pensando no bem de uma criança, é bom que seja assim!
ahahha que parvo! sabes, o teu blog sem ti nao era o apontamento, era outro qualquer!

Caty disse...

Não consigo construir uma opinião sólida acerca deste tema, pois há tantos prós e contras :/

R: Sim é verdade, acertaste :$


*Beijinhos*
Caty<3
http://myfairytale4.blogspot.pt/

Becas disse...

coadoção e adoção são coisas diferentes..

Ana D. disse...

Eu cá acho que é melhor ter 2 pais ou duas mães com disposição para amar a criança do que uma pai e uma mãe que pouco ou nada se preocupam.

Marisa Costa disse...

Eu acho que isso depende muito das pessoas :s
Acho que uma criança pode ser feliz com dois pais ou duas mães.
Isso depende muito...

Ahahahah apanhei-te

Katy Single disse...

Confesso que li mais do que uma vez o post lol. Assim fico mais :D

Jessie disse...

Sinceramente não tenho uma opinião sólida, pois a coadoção tem o seu lado bom e o seu lado mau. Mas no fundo, sou mais contra que a favor...

Pipa disse...

eu sou a favor.

Stormy disse...

r: se contar depois não tem graça, não tencionas ir vê-lo é? ;)

A disse...

A felicidade da criança não tem nadinha a ver com o sexo dos pais. É pena que ainda existam pessoas a pensar assim, espero que acabes por mudar de ideias :)

Jenna disse...

Pensei que fosse mesmo verdade -.-" és mau.

Susana S' disse...

também espero que este post seja mentira.....

Maria disse...

Aposto que cruzaste os braços depois de escreveres este poste :)

Daniela Pacheco disse...

Ainda estou em fase de avaliação. A verdade é que a sociedade não está psicologicamente preparada para isto, no entanto à uns anos atrás também os filhos de pais divorcidos eram "mal" vistos e actualmente é das coisas mais banais que existem. É de mentalidades.

Patrícia Braga disse...

r: Oh lá não tem mt bom ambiente, são simpáticos mas como têm mt trabalho stressam molho!

Stormy disse...

r: oh mas para além de teres de esperar mais tempo, não é a mesma coisa.
devias combinar com alguém e ir ver ao cinema, faziam uma guerra de pipocas e tudo ahah :p

Pi Maria disse...

Poderia dizer que cada um tem direito à sua opinião, o problema é que isto não é opinião, é simplesmente estupidez e mentalidade atrasada.

Desejo sinceramente que batas com a cabeça na parede e atines para a vida.

Atenciosamente

Anónimo disse...

É por pensares assim que as coisas nunca vão mudar...
Ter dois pais, ou ter duas mães é sempre melhor do que não ter ninguém...
Não venham com essa de que "depois as crianças são maldosas " ou " a sociedade vai criticar "
A sociedade age conforme o ambiente em que estão inseridos... E agora, no principio, podia ser muito complicado, mas com o passar dos anos, as pessoas iam ver isto com normalidade. Só se tem de dar o primeiro passo.
E os homossexuais também têm direito de ter filhos e ama-los tal como heteros.
Só temos de fazer um esforço inicial, e não criticar. Porque existem pessoas que lutam todos os dias por isto.

Minimi disse...

Sinceramente preocupa-me mais a veracidade deste post do que a mentira do anterior.

Uma criança pode ser tão feliz com dois pais/duas mães como é feliz tendo um pai e uma mãe. Além disso, homossexuais podem adotar individualmente uma criança e a coadoção é só uma forma de proteger a criança caso aconteça alguma coisa à pessoa que a adotou, invitando assim que ela volte para a instituição à espera que alguém a queira adotar novamente, mas se tu achas que a criança seria mais feliz a viver numa instituição do que ser cuidada, amada e educada com dois pais e duas mães... não posso dizer mais nada a não ser que lamento esse tipo de pensamento.

Valentina disse...

Eu sou a favor, porque quem abandona essas crianças são sempre um homem e uma mulher, ou só um deles. E essas pessoas, têm a coragem de adotar crianças sem família e dar-lhes uma. Acho isso um grande ato. A felicidade vem de todo o amor e carinho e não do sexo em questão.
Isto a meu ver claro, mas respeito completamente a tua opinião. Acho que é o que todos devem fazer :)

Aaminah disse...

acho que o problema está precisamente no facto de haver pessoas a pensar assim. e aconselho-te a visitares uma instituição :)

Green disse...

Sou totalmente a favor!!

Anónimo disse...

Concordo plenamente contigo! Já tive várias "discussões" com os meus amigos sobre este tema, mas nunca ninguém me compreende. É de salientar que não tenho nada contra os casais homossexuais!
NF

Pi Maria disse...

R:. Oh rapaz eu opiniões sei respeitar, cada um com as suas claro. O problema aqui é que o que tu escreveste no post não se poder sequer denominar de "opinião". Isso não é uma opinião, é apenas parvoíce e falta de inteligência, coisa que eu tenho pena. Eu posso perfeitamente discutir calmamente com alguém que tem uma forma de pensar diferente da minha, forma de pensar essa que acima de tudo deve ser racional. A partir do momento em que sais com pérolas destas, vamos admitir que não há nada para discutir. É só preconceito e mais preconceito, só revela uma mentalidade mesquinha e atrasada, que espero sinceramente que um dia mude.

Sem querer gerar conflitos
Atenciosamente

Diana Spencer disse...

uma criança nunca será feliz com dois pais ou duas mães, porém será feliz com "mães freiras" e dezenas de outras crianças que dizem ser seus irmãos.

Anónimo disse...

Homofobia! é preferível que vivam num orfanato?

Anónimo disse...

É preferível que estejam a viver numa instituição não é? ao menos assim tem amor de uns pais, independentemente do sexo! se os teus pais fossem um casal do mesmo sexo irias gostar menos deles? mentalidades puf

dinamene disse...

eu sou completamente a favor , mas respeito a tua opinião como quem partilha da mesma. Quanto ao serem felizes , penso que te estás a referir por exemplo ao facto de na escola os colegas gozarem ou assim , é claro que também já pensei nisso , mas a conclusão que cheguei é que se fosse aceite daqui a uns anos iria ser perfeitamente normal e já ninguém ira gozar ou criticar , como à pouco tempo era algo do outro mundo andarem duas pessoas do mesmo sexo de mão dada na rua e agora já é mais normal , mas é claro que isto é a minha opinião e respeito a tua como é óbvio !

Filipe Liberato disse...

Sim, porque ficar anos e anos num orfanato, sem poder ter uma família, é muito melhor...
Uma vez ouvi uma pessoa a dizer "eu preferia não ter pais do que ser adoptada por casais homossexuais" e isso mostra que ainda há muita coisa a fazer na mudança de mentalidades.

Jo disse...

Mas sabes que o que estava em causa era a coadopção e não a adopção, certo?



Respeito a tua opinião, porque já pensei assim. Actualmente penso de outra forma... e em parte devo isto a um casal relativamente mediático - Eduardo Beauté e o marido -, que ao adoptarem duas crianças (uma com Trissomia 21 e outra nascida num país africano) quebraram alguns tabus e mostraram(-me) que pode ser uma opção válida e muito melhor para as crianças... O preconceito está na cabeça dos outros.

Anónimo disse...

dizes-te muito evoluído, mas na verdade pareces ser tão tacanho quanto aqueles que criticas.
queixas-te da juventude que está perdida (post mais recente), mas na verdade não diferes muito deles...
cresce rapaz! o que as crianças querem é ser amadas e bem tratadas e, se não fossem pessoas como tu, estariam-se a marimbar para o facto de terem 2 pais/ 2 mães. são pessoas como tu que tornam esta situação ainda pouco usual e até constrangedora para as crianças...

Liliana

Luna disse...

Eu sou completamente a favor.Não é por as crianças terem um pai e uma mãe que se sentem mais felizes,tudo depende da maneira de educação e personalidades dos pais,nada garante a felicidade,assim como nada garante a infelicidade...